sábado, 15 de fevereiro de 2014

Cuide da sua audição

Um estudo recente descobriu que a perda auditiva é mais comum em pessoas com diabetes do que em pessoas que não têm diabetes. Além disso, a perda auditiva é 30 por cento mais elevado em adultos 79 milhões nos Estados Unidos, que têm pré-diabetes, do que naqueles com níveis normais de glicose. Atualmente não sabemos como a diabetes está relacionado à perda de audição. É possível que os níveis de glicose elevados estejam associados a danos nos pequenos vasos sanguíneos no ouvido interno, como os danos que a diabetes pode causar nos olhos e rins. Dado que pode ocorrer lentamente, os sintomas da perda auditiva podem ser difíceis de notar. Na verdade, família e amigos notam a perda de audição antes de pessoas que sofre com isso. Os sintomas comuns de perda auditiva são: ◾Pedir a outras pessoas com frequência que repitam o que disseram. ◾Ter dificuldade para acompanhar a conversa que inclui mais de duas pessoas. ◾Pensar que os outros estão a resmungar. ◾Ter dificuldade para ouvir em lugares com muito ruído, como restaurantes. ◾Ter dificuldade em ouvir as vozes de mulheres e crianças. ◾Subir o volume alto demais para as pessoas que estão perto da televisão ou rádio. Caso tenha alguns destes sinais consulte o seu médico ou faça um rastreio auditivo. Retirado de http://www.nomasdiabetes.org/2013/10/01/cuide-sus-audicion/ a 15.02.2014

1 comentário:

  1. A “Associação Americana de Diabete” recomenda:
    • Setenta a oitenta por cento das necessidades de calorias devem provir de carboidratos completos: feijões, grão-de-bico, batatas, lentilhas (1 g de carboidratos contém 4 calorias).

    • Elimine os açúcares simples. Coma frutas.
    • Doze a vinte por cento de suas calorias devem provir de proteínas.
    • Coma pouca gordura, de preferência gorduras polinsaturadas (peixes, atum, salmão, azeite de oliva etc.) (1 g gordura = 9 cal.)
    • Coma um mínimo de 40g de fibras (grãos integrais, trutas, verduras e legumes).
    • Baixa seu colesterol. Não se deve ingerir mais do que 300 mg de colesterol por dia.
    • Coma pouco, porém várias vezes ao dia (5 a 6), em lugar de três refeições abundantes. As células do corpo manejam melhor o açúcar do sangue, já que se produz melhor a insulina fazendo-se várias refeições pequenas ao dia.
    • Consuma algum suprimento nutricional que contenha crómio. o Ginseng produz um efeito parecido com esse elemento.
    • Cuide o consumo de álcool (no máximo tome 60 ml de bebida alcoólica duas vezes na semana),
    • Faça exercícios físicos. Para o diabético o exercício funciona como se fosse uma dose de insulina.
    http://aloeveralisboa.wordpress.com/simposium/diabetes/

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails